Ξ  

 

 Sobre a Deficiência Visual

Avaliar e Treinar Atletas com Deficiência Visual - problemas e soluções

Nuno Alpiarça

Nuno Alpiarça e Luís Gonçalves, um atleta com deficiência visual, festejam uma vitória - foto: Estela Silva/Lusa
Nuno Alpiarça festejando uma vitória com Luís Gonçalves, um atleta com deficiência visual  (foto: Estela Silva/Lusa)

 

I.  Avaliação das Capacidades dos Atletas com Deficiência Visual

O Desenvolvimento Motor Diferenciado deriva de:

₪ Falta de Estimulação (brincar na rua, aulas Ed. Física, etc.)
₪ Capacidade de Aprendizagem por Imitação Limitada
₪ Aparecimento de Assimetrias Motoras e Posturais (uso de bengala, cão-guia, procura do melhor ângulo de visão, etc.)

O Desenvolvimento Motor Diferenciado Provoca Alterações:

₪ Níveis de Força, Resistência e Velocidade
₪ Capacidade de Equilíbrio
₪ Avaliação de Velocidades
₪ Capacidade de Antecipação do Apoio
₪ Repertório Motor
₪ Equilíbrio Muscular e Postural
₪ Amplitude e frequência de passada


II.  Avaliar as Condicionantes dos Meios e Locais de Treino

₪ Níveis de Luminosidade
₪ Grau de Conhecimento dos Espaços
₪ Variabilidade dos Espaços (Pessoas e Objectos)
₪ Características de Piso
₪ Tipo de Tarefas (Abertas/Fechadas)

 

III.  Problemas e Soluções dos Meios e Métodos de Treino Selecionados: adaptações do treino de alto rendimento a atletas com deficiência visual


Treino da Velocidade

Corrida em Rampas
Condicionantes – Espaços públicos; Iluminação reduzida; Piso irregular.
Adaptações - Atleta-guia/ Acompanhante; Avisos; Utilização do mesmo espaço; Horário.

Corrida em Pista
Condicionantes – Má iluminação; Espaço conhecido; Circulação de pessoas e objectos.
Adaptações – Atleta-guia/ Acompanhante; Avisos; Horário

Partidas de Blocos
Condicionantes – Tarefa Fechada; Momento crítico para o Atleta-guia.
Adaptações O guia deve centrar-se nele mesmo.

Corrida em Escadas
Condicionantes: Estrutura/Piso Particular.
Adaptações: Cegos - não utilizam; Ambliopes – só exercícios com pouco deslocamento.
 

Treino Técnico

Condicionantes:
Impossibilidade de ver marcas no chão ou barreiras; Limitações na informação veiculada.
Adaptações:
Ampliação das marcas utilizadas; Informação verbal e muito descritiva; apoio de Atleta-guia/Acompanhante.


Treino da Força

Treino em Circuito
Condicionantes: Tarefa fechada; Espaço Confuso; Circulação de Pessoas; Definição das cargas.
Adaptações: Acompanhante; Descrição prévia de todos os exercícios.

Pesos Livres (Halteres)
Condicionantes: Cargas Muito Elevadas; Tarefas Fechadas.
Adaptação: Acompanhante.

Saltos (Horizontais/Barreiras/Em Profundidade)
Condicionantes:
Iluminação deficiente; Características do piso; Antecipação do apoio; Circulação de pessoas; Objectos; impossibilidade de ver barreiras.
Adaptações:
Verificação do piso; Avisos/Voz; utilização de Ressaltos sem Barreiras; Horário.

Bolas Medicinais
Condicionantes – Iluminação deficiente; Trajectória da Bola; Circulação de Pessoas.
Adaptações – Acompanhante; Horário.

Exercícios em Escadas
Condicionantes – Estrutura/Piso Particular.
Adaptações – Cegos - não Utilizam; Ambliopes – só Exercícios com Pouco Deslocamento.

Praia
Condicionantes – Características do Piso; Espaço Público.
Adaptações – Verificação do Piso; Avisos/Chamamento.
 

Treino da Resistência

Corrida Contínua/Fartlek
Condicionantes – Espaço Público; Trajectos e piso irregulares; Direcção do percurso muito variável.
Adaptações - Atleta-guia/Acompanhante; Percursos Conhecidos; Horário.

Corrida em Rampas/na Pista/na Praia
Já Caracterizadas – Velocidade de corrida mais baixa; Percursos maiores.

 

Problemas / Soluções na Competição

Condicionantes:
Locais de Estadia, treino e competição completamente desconhecidos.
Adaptações:
Trabalho reconhecimento dos diversos locais; Grande apoio do Atleta-guia ou Acompanhante Treinador.


 

ϟ
 

Nuno Alpiarça
Julho 2012
Fonte: CPAT-Treinadores de Portugal

Δ

29.Set.2012
publicado por MJA